Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Prefeito Ari Galeski cumpre agenda intensa

Publicado em 09/02/2017 às 10:32 - Atualizado em 09/02/2017 às 10:32

Prefeito com o presidente da Epagri Luiz Hesmann e o presidente da Câmara, Claudinor Matoso Baixar Imagem

O prefeito municipal, Ari Galeski tem cumprido agenda intensa para atender demandas locais e, visando oferecer mais e melhores serviços para a população.

Nesta semana e na próxima, ele ficará muito pouco na prefeitura. “Sorte que nossa equipe tem desempenhado as funções de forma muito produtiva”, disse sobre o trabalho da equipe de governo.

Na segunda-feira (6) ele despachou normalmente. Porém, o trabalho se prolongou até 21 horas, como vem acontecendo rotineiramente. Na terça foi a Bela Vista do Toldo participar de evento no setor agropecuário e contatos com lideranças de Canoinhas e Major Vieira, para resolver questões nas divisas dos municípios, como por exemplo, o transporte escolar e a manutenção das estradas.

Ontem, participou de reunião da Amarp, onde foi escolhido para compor o Conselho Fiscal da entidade reional e em seguida foi para Florianópolis, onde cumpre agenda nesta quinta-feira (9) na Epagri, onde conseguiu mais um profissional para o Município, e no Tribunal de Contas do Estado (TCE), entre outros compromissos.

Nesta sexta, a agenda é intensa em Timbó Grande, com seguidas reuniões no setor de saúde e depois no setor de agricultura, onde repassará aos órgãos locais e regionais, a forma que pretende implantar no setor. A reunião com secretários de Saúde de toda a região acontece nas dependências da Câmara Municipal e as reuniões da Agricultura acontecerão no Centro Multiuso.

Na segunda-feira, ao meio-dia, o prefeito Ari viaja para Curitiba para pegar o voo das 17 horas rumo à Brasília, onde cumprirá agenda na Confederação Nacional dos Municípios e em vários ministérios, em busca de recursos para obras prioritária para Timbó Grande, retornando na quinta-feira.

Uma das grandes preocupações do prefeito é a falta de certidões negativas do município, o que impede de assinar convênios com o Estado e com a União e assim, inviabiliza o recebimento de recursos. Os principais problemas que impedem o fornecimento de negativas sãoos problemas com a previdência e o limite de folha de pagamento nos últimos dois quadrimestres.